viernes, 28 de enero de 2011

Playdate

Sammy e Abby "brincando"

Ontem fomos visitar a Abby. Eu e a mãe dela trabalhávamos juntas e passamos a gravidez meio que juntas. Ela com 3 meses a menos tinha a vantagem de ver as alegrias e mazelas que eu ia passando e ia se preparando, sorte dela  né?

Finalmente conseguimos nos reunir e juntar os dois pra brincar lado a lado.  Pq juntos ainda não é um conceito que eles dominem. A casa dela é muito gostosa, parece um chalé na montanha. Looooonge. Pensei que ia chegar no vulcão antes de chegar lá, mas tem um quintalzão enoooorme. 

O Samuel praticamente nem entrou na casa. Chegou viu o carro. Se enfiou lá e não teve jeito de fazer ele sair. Nem o lindo Max não foi suficiente pra tirar ele de lá. A Abby tem 1 ano e 1 mes e ainda não anda muito bem sozinha então não teve jeito de ela conseguir lutar pelo seu amado carro. Ela bem que tentou e se enfiou no carro com Samuel e tudo, mas não teve jeito....ele é maior e mais forte.

O Carro

O Max


Depois de correr a tarde inteira, brincar com o primo da Abby, jogar bola, ele descobriu o carrinho de bonecas. Foi amor a primeira vista. Ele ativou o mode pai exemplar colocou o seu bebe no carrinho e lá foi ele  dar voltas intermináveis por todo o terreno levando o filhinho pra passear. As vezes acontenciam pequenos acidentes, como a roda enganchar num mato e o pobre bebe sair voando. Mas o Samuca bom pai que é, ia lá e reacomodava seu filho no carrinho ou pelo menos tentava. 

Pai exemplar

Observando os mocinhos foi impossível não refletir sobre meninos e meninas. O Samuel tem uma desenvoltura motora absurda ao lado dela, ele com 11 meses já andava como se sempre o tivesse feito. Ele sobe e desce escada, e se monta em todos os lugares que ele consiga alcançar como eu venho contando aqui. Por outro lado, e aí que me perdoem pq isso não é uma piada machista, a Abby com 3 meses menos  é muitíssimo mais desenvolvida na área da comunicação. Tem muito mais vocabulário e conversa bem mais que ele. Sabe dizer que tá com coco enquanto o Samuel pode estar todo melecado e nem vem me procurar pra que o ajude. ELe não tá nem aí pra isso. Achei o máximo ver essas diferenças assim de pertinho.

Eu e a minha amiga realmente não pudémos conversar muito. Fazia uma pergunta e a outra saia correndo pra ver o bebe que foi pra outro lado. A outra respondia  e já não tinha ninguém escutando pq foi o outro bebe que estava em perigo. Mas combinamos de repetir a dose outros dias já que  eles no mínimo terminam exaustos de tanto exercício ( e nós também, claro). Agora pra colocar a conversa em dia, falta uns aninhos ainda, quando cada um tenha um nintendo DS e fiquem sentadinhos jogando. (Doce Ilusão)


miércoles, 26 de enero de 2011

Samuel o Travesso

Quando eu era pequena eu tinha uma certeza: Quando eu fosse mãe eu queria ter uma menina. O meu irmão foi um menino daqueles terríveis. Aprontava muito, sempre tava machucado, ralado, estourado. Mexia em tudo e quando tava tudo muito quieto era melhor sair correndo porque alguma coisa ele tava aprontando. Traumatizada eu concluí que seria muito melhor ter uma menina quietinha como eu a correr o risco de ter um "pestinha" como o meu irmão. Quando eu fiquei grávida eu tinha uma certeza: Vai ser menino. E foi mesmo. 

Agora imaginem se não foi a minha sorte que o pai do Samuel foi também uma criança quietinhas daquelas de deixar qualquer mãe de cabelo em pé. Ele escapava de casa pra brincar na rua com 5 anos. A mãe era chamada na escola frequentemente não pq ele não estudava ( Ufa! pelo menos) mas pq ele sempre tava aprontando alguma coisa, aprontava e deixava as vizinhas loucas.

Oque podia sair da combinação  dessas duas heranças genéticas??? Tcham -tcham -tcham: Samuel o Travesso. O Sammy sempre foi muito esperto e muito mais inquieto que todos os bebezinhos próximos que vieram antes dele. Ele nunca foi de dormir muito pq ele tem energia de sobra. Ele engatinhou muito antes que os demais, começou a andar antes também e não não é pq ele seja um gênio ou seja mais inteligente que os outros, mas sim porque ele tem pressa. Pressa de explorar, de mexer, de aprender, de saber.

Chega a ser engraçado, mas quando vamos à alguma casa diferente ele não consegue ficar com as mãos quietas. Ele tem que mexer em tudo oq ele acha de interessante, vc tira uma coisa ele pega outra, vc dá outra coisa ele  se interessa por outra e assim vai até que mamãe decide ir embora por pura exaustão.  A vovó diz que ele não pode ficar sem tocar alguma coisa. Aqui em casa já tirei as coisas do alcance faz tempo. Sei que está errado, mas eu realmente prefiro escolher as minhas batalhas e ficar o dia inteiro atrás dele correndo gritando falando: Não mexe! tava estressante demais.

Ele com pouco mais de 1 ano já subia em todas as cadeiras, sofás, bancos, mesas e o que mais que ele conseguisse. Agora aprendeu a sair do berço. Faz duas noites caiu feio. Achei que ele fosse aprender. Que nada! Gente, olha só! A prima dele tem o mesmo bercinho que se converte em cama, desde que ela tem 1 ano ela acorda e espera a mãe, a parte da grande que abre fica aberta e a menina fica lá tranquila. O Samuel aprendeu a abrir aquilo com 7 meses. Tivemos que colocar a parte que abre contra a parede pra ele não se jogar de cabeça. Tudo bem , ela é menina, meninas tendem a ser mais tranquilas mas ela é 9 meses mais velha que ele. Isso é uma gestação completa. Ele é um bebe inteiro mais velha que o Samuel e nunca tentou sair do berço. O Samuel acha que ele é o Homem- Aranha ( ou será o Buzz Lightyear?) Isso sem contar o episódio do móvel que ele se pendurou e caiu com TV e tudo né?

Tivemos que tirar a comoda do berço pra que ele não pudesse sair por lá. Oque aconteceu? ELe fica subindo na comoda. Eu passo o dia inteiro tirando ele de lá. Quando ele não tá em cima, ele tá abrindo as gavetas tirando tudo oq tem dentro.  Já pedi, já expliquei, já implorei, já dei bronca, já dei um tapa na mão. Nada deu resultado. Ele chora e chorando volta a fazer oque  estou dizendo que não faça. A coisa tá tão séria que já estou como minha mãe. Quando não escuto barulho da parte dele corro pra ver oq ele tá fazendo. E  nove entre dez vezes  ele está nada mais nada menos que fuçando na gaveta. 

Chegamos num ponto que já não sabemos oq fazer no quarto. Tiramos a grade e deixamos só cama? Mas aí ele  vai cair. Coloco a comoda em outro lugar? Assim ele não vai poder ter móveis no quarto dele. Enfim tô com medo. Se é assim com 1 ano e 4 meses. Imagina como será com 3, 4, 7?? Vou ter que esconder os isqueiros e fósoforos, facas e ferramentas, etc, etc. Dá pra fazer seguro contra crianças arteiras? No entanto, tento me convencer de que isso é so uma fase, é so uma fase, só uma fase. Com sorte depois dos 20 anos melhora. Help!!



martes, 25 de enero de 2011

Vida Boa!!!

video

Nada melhor que curtir uma piscina num domingo de sol!! Nada mais a declarar só a agradecer pelo dia lindo, pela amiga que nos convidou ao passeio e a ótima noite de sono depois que ele gastou muita energia nadando na ÁGUA!! Delícia!

lunes, 24 de enero de 2011

Chuvas

Ai gente mesmo morando fora, não dava mais pra eu não comentar nada sobre isso. Todo ano no Brasil é a mesma coisa né? Começa janeiro e com ele começam as tragédias e o inferno na vida de tantas pessoas afetadas diretamente e indiretamente.

Vivi a minha vida quasei inteira em Sampa. Adoro. Amo. E sinto muuuita falta, Graças a Deus tive a sorte de morar num lugar onde não enche e realmente nunca fomos afetados pelas tais chuvas, a não ser uma longa espera no transito ou não ter transporte pra voltar pra casa.Tenho acompanhado pela Globo Internacional as imagens do Rio e as chuvas diárias que alagam São Paulo e fico pensando, com certeza a mesma coisa que todo mundo, será que não se pode fazer nada? Todo mundo sabe que vai chover e vai alagar, não da pra fazer algo pra mudar esse cenário? Tudo bem que algumas coisas mudam, ano passado foi Angra, esse ano tá sendo a Região Serrana, mas a gente sabe que vai acontecer em algum lugar. Aliás parece que eles sabiam que ia chover muito forte.

Aqui na Costa Rica chove muito 7 a 8 meses por ano. Começa lá pra Abril ou Maio e vai direto até Dezembro. E quando eu  digo que chove muito, é muito mesmo. Todos os dias depois do meio dia é sagrado, começa e vai até de noite. Quando começa a temporada de tornados no Caribe e EUA a coisa piora pq somos afetados pelas tempestades tropicais e aí pode ficar chovendo direto e muito forte por uns 3 dias.

As chuvas daqui não são garoas, é chuva mesmo, que o guarda-chuva te ajuda a só não molhar a cabeça porque o resto com certeza já ta empapado. Agora imagina essa quantidade de água em São Paulo, vira mar! Não siginifica que aqui as chuvas não causam estragos. Sim, as vezes alaga algumas comunidades, outras vezes há deslizamentos de encostas e levam casas e direto as estradas estão fechadas por que não dá pra passar devido aos deslizamentos. No entanto, eu sinto que proporcionalmente são poucas as consequencias. O volume de água é incrível e a frequencia de chuvas é muito alta e as tragédias são razoavelmente baixas se a gente comparar a outros lugares.

Qual é a diferença? Eu aqui, na minha posição totalmente leiga e apenas expectadora acredito que seja a grande quantidade de vegetação que a gente ve por aqui. Pra mim que venho de Sampa chegava a ser estranho ver como são as cidades aqui. Tudo parece interior, tudo parece estradinha do interior. Então existe muito mato e muitos lotes ainda preservados, muito solo que ainda consegue absorver essa água. 

Nem de longe estou dizendo que essa seria a solução pro Brasil, estou apenas comparando o que observo. Do Brasil a gente sabe que tem que existir maior iniciativa das autoridades e pq não da população e da iniciativa privada pra  que isso não aconteça todos os anos, mas logo vem o Carnaval e as chuvas melhoram e já não se fala mais disso até o outro ano quando tudo volta.

Fico muito triste por tudo o que tenho visto. Meu coração e minhas preces estão com essas pessoas. Aqui houve um deslizamento de um morro em novembro e morreram 17 e  foi uma tragédia. Como chamar então quando morrem mais de 700? Catástrofe?  Só posso esperar que as chuvas que ainda restam sejam mais maneiras com as pessoas, e que de alguma forma se possa prevenir ou amenizar o impacto das mesmas para os próximos anos. Porque uma coisa é certa: Ano que vem vai acontecer de novo.

viernes, 21 de enero de 2011

Overdose de Cheetos = Noite completa de sono!!!!

Antes de que me apedrejem quero deixar claro que não quero incentivar ninguém a dar essas coisas pros seus filhos, e não, não estou orgulhosa dele ter comido essas porcarias, e muito menos pretendo adotar isso como tática. Mas como o objetivo do blog é narrar os dias do Samuca, então tenho que relatar os fatos, inclusive esses.  E agora vamos lá!

Aí que ontem era aniversário de uma amiga super fofa e fomos à festa dela dar um abraço. Aqui na Costa Rica se acostuma servir batata chips ou doritos como aperitivo. Peraí que vou lá chorar sonhando com uma coxinha  e já venho. Snif! Pronto, voltei!  E daí que na tal festa tinha uma tigela de um mix de vários salgadinhos, doritos, cheetos e aquele que parece cheetos mas tem uma forma meio de raio sei lá. A tal tigela estava em cima de geleira ao alcance de todas as criancinhas da festa. Quando chegamos a priminha do Sammy tava mandando ver. 

Não ofereci, mas ele se interessou pela coisa, pq todo mundo estava pegando, só que até então ele tava fascinado vendo uns meninos de uns 7 anos brincar e correr, ele queria muuuuuito brincar com eles, mas obviamente eles ignoraram o meu pequeno. E lá pela terceira vez que ele quase voou atropelado pela cavalaria dos meninos resolvemos que era hora dele ficar com os outros bebes, o que os outros bebes estavam fazendo? Mergulhando na tigela de salgadinhos. 

Ele pegou um e comeu. Foi instantâneo. Sorriso de orelha a orelha. A púpila dilatou. E ele virou o monstro devora Cheetos. Com uma mão ele enfiava um na boca e com a outra ele pegava outro da tigela. Ele comeu aquilo como se não houvesse amanhã. Chutou o balde como se fosse a melhor coisa do mundo e como se ele soubesse que na casa dele não tem dessas coisas e que ele não voltaria a comer isso tão cedo. O desespero era tanto que ele nem bem mastigava um e já enfiava outro inteiro na boca. 

Tentei oferecer outras coisas, como  arroz com frango que ele gosta ( menu típico dos aniversários aqui) , peraí que vou ali  chorar por pão com carne louca.  É triste, mas já acostumei com esse menu. ( BUAAAAAAAAA quero meu Brasil) Não teve jeito. Ele ainda vinha e colocava na minha boca. Mesmo que eu falasse que não queria ele enfiava na minha boca. Desconfio que ele tava se vingando pelos últimos dias que tenho feito ele tomar a sopa dele nem que seja guela abaixo.

Eu, como  mãe que sou me sentindo a pior de todas, MEA CULPA, e já sofrendo por antecipação, via a minha noite em claro estampada diante de mim. "Se quando ele come só coisas naturais ele fica ruim imagina o revertério que não vai dar esse treco?" Já tava me preparando pra outra noite daquelas. " Que chá a gente dá pra indigestão?" " E pra intoxicação por salgadinhos?"

Quando ele se engasgou pela quarta vez eu declarei que já era suficiente e tirei a tigela do alcance dos bebes. Ah, sinto muito pelos outros, mas  entraram na restrição também. Sogrinha coisa linda de Deus perguntou:" Mas pq não deixa o menino continuar comendo?" ao que eu respondi: " Porque aqui ninguém sabe fazer a manobra Heimlich!"

Depois de cantado o parabéns, voltamos pra casa. Samuca dormiu no carro. Trouxe pra cama, troquei o pijama, não acordou. Coloquei ele no berço. Fechei a porta. Nada. Terminei de me arrumar pra deitar, deitei, agora ele acorda. Ele sempre acorda quando deito e fecho o olho. Nadica. Acordei as 5 e 20 com o despertador do marido. Ahn? Como assim? Samuel não acordou???? 

Acreditem se quiser, ele dormiu das 9:30 pm até as 6 am quase 9 horas!!!! Não, e ainda dormiu comigo das 7:30 até as 9 pq eu ainda tava com sono tá meu bem! Primeira vez em 2011!!! WOHOOOOO!!

E aí que meu mundo está confuso.  Será que deixar ele comer porcarias é a explicação?  E agora oq eu faço? Nada de frutinhas? O negócio é bolacha e salgadinho? Ou será que foi a barriga muuuuito cheia? Oque será que será??? 

Estou consciente de que essa noite ele provavelmente não dormirá de novo. Ou ever again. Mas quando a coisa tiver apertando e eu tiver muito cansada, já tenho um Ás na manga. uahahahha. Vai um saquinho de Cheetos aí ??

martes, 18 de enero de 2011

De mamãe à Bruxa malvada

Gente, como tudo muda quando estamos sob a influêcia de uma enxurrada de hormônios!!! Imagina uma mãe beirando o ataque de nervos, disposta a matar e/ou pular no pescoço de qualquer um, só pq este lhe deu " Bom Dia", agora imagina essa pessoa na TPM. Sai correndo !!! Sou conhecida por ser bastante anti-social durante a TPM, nem eu me aguento, agora imagina sem dormir e com um bebe testando os limítes? Na minha cabeça louca ele só podia estar  testando os limítes da minha paciência né?

Na semana passada um passarinho cantava na minha janela e eu catava o estilingue pra matar o descarado que me acordou. O Samuel dançava ao som de um bolero e eu mandava ele ficar quieto. Subia na mesa, mexia nas coisas e eu gritava como uma louca. Ele se jogava no chão em sinal de protesto ( birra mesmo) e eu gritava um pouco mais " PODE SE JOGAAAAAR!!!!!".  E depois chorava de raiva, de  dó ou sem motivo mesmo. E dale chocolate. POR FAVOR UM CHOCOLATEEEEEEEE!!! Que horror, que medo! Pq nós temos que passar por isso? Pros homens nos aguentarem. Rá!!! 

Desde ontem eu sou a definição de "Paz e Amor". " Filho, sai daí meu amor."  "Mamãe já te explicou que aí vc não pode mexer." E isso era só o começo. De madrugada, ele acorda: " Oh meu bebe oq aconteceu?" em vez de " Qual é o seu problema?Pq vc não pode dormir?"

Fico imaginando a cabeça de um bebe do sexo masculino, que portanto nunca entederá oq se passa nas nossas cabeças, se perguntando nossa oq será que estou fazendo de certo ou de errado? Desde bebezinhos eles sofrem sem entender oq será que acontece com as mulheres que os rodeiam. Filho já sabe, é a TPM, é a TPM.

A única coisa que vai mudar nesse cenário mais pra frente é que ele poderá dizer: "Aí mãe vou pra casa da vovó. Volto semana que vem." Pra logo, quando for ainda maior e  pensar que ele já está imune à tal sigla de 3 letras que siginifca inferno na Terra, começar a ser atacado, achincalhado e ameaçado por outras TPMs que não  as  minhas. Nunca ficam livres. Ou pelo menos a maioria  nunca.

lunes, 17 de enero de 2011

Zona de guerra

É as coisas aqui em casa estão parecendo um filme do Vietnam. Samuca decidiu que obedecer é coisa para bebês e afinal ele já é um toddler. Em tudo oq tenho lido a respeito da idade dele sempre se destacam duas coisas nessa fase: exploração e testar limites. E o Sammy mergulhou de cabeça com tudo nas duas coisas.

Tudo, eu disse T-U-D-O oq é parte da rotina diária dele está sendo uma guerra. Ele sempre foi birrento esquentadinho desde que nasceu mas agora ele conseguiu terminar o mestrado na arte de como se jogar no chão e espernear. 

Hora de comer: 15 minutos de briga pra colocar ele na cadeira enquanto ele se debate mas que mocinha sendo raptada em filme de terror. 10 minutos pra colocar o babador, que ele arranca 5 segundos depois. Colher em posição, ele vira a cara, tampa a boca, empurra a colher, comida voa. Mamãe dá um sorriso e explica pacientemente que ele precisa comer  solta um berro daqueles e diz que se ele não comer não vai comer mais nada. Ele, prefere não comer nada. Eu, tiro ele da cadeira e ignoro os seus pedidos pra mamar oq gera outro ataque, saio andando.

Troca de fraldas: Essa tarefa é praticamente um rodeio. Algo tão normal que a gente faz 5 vezes ao dia desde que ele nasceu e agora é "ninguém segura esse bebe". Estratégia: dar vários brinquedos, procurar algo muito interessante na tv pra ver se ele se distrai. A estratégia dura o suficiente pra eu tirar a fralda e ele sai correndo pela cama com a bunda toda suja. Agora é que começa o rodeio. Tente capturar o bebe semi-nu correndo pela cama antes que ele carimbe todo o seu edredom. Geralmente dura uns 10 minutos e  termina com as minhas costas doendo horrores.

Banho: Ficar na banheira não dá né mãe??? Ele sempre curtiu muito tomar banho, agora chora  pra tirar a roupa, chora pra entrar na banheira, chora pq quer sair da banheira e ficar em pé passando frio no box pendurado na banheira tirando a água pra fora e brincando com os brinquedinhos, chora pq o banho termina e chora pq tiro ele do box. ( OI??)

Exploração: seu novo sonho à ser atingido é subir na mesa da sala e ficar mexendo nas teclas do computador bem delicadamente que chega a doer na gente os tabefes que ele dá no coitado. Mando ele descer, ele me ignora, chego perto ele senta na cadeira com cara de que não estava fazendo nada. Tiro ele de perto e tento distrair ele com outra coisa ( técnica recomendada pra evitar ficar falando não toda hora) ele finge que se interessa e pensa: " bom, agora que ela já tá bem entretida com a bola deixa eu voltar para oq eu estava fazendo." e volta a subir na cadeira. 

Ele também varia com a técnica de deitar na mesa e fazer "Rrrronc" (barulho de ronco tá gente) pra fingir que está dormindo. Eu falo: "Desce da mesa que aí não é lugar de dormir!" (discurso de mãe total né?) Aí ele coloca os pés na cadeira e a barriga na mesa como quem diz pronto desci. Vou tiro ele, dou bronca, ele se joga no chão faz a sua cena, e ainda chorando ele volta a fazer oq eu mandei ele não fazer. Isso acontece quando mando ele não mexer ou fechar as gavetas, armários , assim como descer da cama, dos brinquedos que não são de subir e etc, etc.

Dormir: ah pra que cansá-los com isso de novo?? Vamos só dizer que continuamos na luta. Outra luta.

E assim eu passo todo o meu dia atrás dele gritando " Samuel não." "Não mexe aí, já falei." " Desce daí que vc vai cair." E tantos outros nãos e ele volta 598 vezes a fazer tudo o que falei pra ele não fazer.  Quando o papai chegam em casa as únicas palavras que sei dizer são: "Não mexe aí, já falei." "Não"!  Coitado!

E pior de tudo. Quando já to fervendo de raiva o mulequinho nada bobo vem e logo faz uma gracinha como fingir que tá espirrando ( sua nova palavra) ou pega o meu rosto com as duas mãozinhas e chega bem pertinho e faz "Mmmuaaaaaaaa". E aí quem consegue resistir!? Pq era mesmo que eu tava brava com ele?

viernes, 14 de enero de 2011

Su casa es casa de locos.....

Quando eu comecei a namorar o pai do Samuca ele me cantava uma música do Ricardo Arjona que diz : "Su casa es casa de locos y tu también otro poco." Tudo a ver mesmo. Não há como negar. Desde a minha bisavó que rendeu muitas histórias hilárias até os mais jovens, todo mundo tem um parafuso a menos.

Essa semana o Samuca conheceu o bisavô. Ele é espanhol e mora lá na maior parte do ano, mas fica aqui alguns meses nos aborrecendo prestigiando com a sua presença. Ano passado por conta de uma trombose ele não veio e por causa disso ele só conheceu o Samuel agora. A nossa rela ção n ão é lá muito carinhosa mesmo pq eu só conheci o cara com 22 anos e entre outras coisas ele já está muit o chatinho, um  pouco pela idade e outro pouco pela espanholice mesmo. ( Se alguém se sentiu ofendido, sorry, mas vcs n ão aguentam a pessoa). Mas de qualquer jeito acho muito legal o Samuca ter um bisavô ainda. 

Pra falar a verdade o Samuel não deu muita trela pra ele não. Fez mais a linha, "e aí? " e foi correndo brincar com a vó, essa sim a segunda paixão da sua vida. E ele também não tentou uma aproximação mais profunda. Ficou por isso mesmo. Um lá e o outro cá. 

Os meus avós são separados, desde 1900 e bolinha aliás acho que era desquitado naquela época. Hoje eles convivem nessa situação por temporadas. Mudeeernos né mesmo? Mas eles brigam mais que cão e gato. O coitado do homem não pode abrir a boca sem que a minha vó lhe lance um olhar matador ou uma metralhadora de reprimendas. E ele por sua vez, de tudo reclama. Pra quem está assistindo, no caso eu, é muito engraçado e eis que surge a seguinte situação. Eles precisam ir fazer comprar pq vão pro sítio. Eu estava de visita na casa e minha mãe adooora um super mercado. E eis que vamos todos fazer compra, 5 gerações tá bom?

Cada item era motivo para uma longa discussão. " Isso é muito." " Não é não. Você come isso numa sentada."  "É melhor deixar pra comprar isso lá." "Depois não tem e vc vai reclamar." " A gente não precisa disso." " Como não precisa? Você sempre come." " Isso vai estragar." " É só guardar na geladeira. Não tem geladeira não?"  Ah isso sem contar que minha vó morou muitos anos no Brasil e fala um idioma bem único, um portuspanglish que é só dela e as vezes nem nós entendemos. Ainda acho que o meu vô não responde todos os desaforos pq ele não entende oq ela tá dizendo .

Dá pra ter uma idéia que nós demoramos mais que o dobro de tempo no supermercado.  Perdemos  os pombinhos várias vezes e quando finalmente terminaram de fazer a compra eu já tinha ido sentar no carro com o Samuel. O supermercado é daqueles que não dão sacola. Só caixa. Em  vez de colocar tudo no porta-malas eles preferiram levar a caixa. Colocar a caixa no carro e colocar tudo na caixa. Na hora de sair ninguém aguentava carregar a caixa. Aí outra vez foram pegando coisa por coisa e levando pra casa. Uma atrapalhada só. Até que a mulher-maravilha, a minha vó, catou a caixa no muque e levou pra dentro.

Olha digno dos 3 patetas. Eu não pude ver o desfecho da história. Eles recolhendo tudo de novo pra levar pro sítio. Só sei que quando chegou lá. Eles não acharam metade das coisas que tinham comprado. Um xingou o outro, aquele amor. Ele diz que vai ficar até junho. Isso se ele aguentar ou se eles não se matarem antes. Falei pra minha vó que ia ver a manchete no jornal que dizia: "Casal de velhinhos degladiam até a morte por causa do saleiro." Ela falou que velhinha era a minha vó. Eu disse " Então viu, tá certo." Depois disso ela ainda não tá falando comigo.
 

jueves, 13 de enero de 2011

A visita ao Pediatra e o Resultado do Exame


Tudo bem que já faz quase 1 semana que fomos ao pediatra e que eu disse que ia fazer este post antes, mas tava esperando os resultados dos exames.

Cheguei no doutor e tudo começou com aquela coisinha bem trivial. Nossa como ele está grande, e como ele está e eu calmamente fui explicando os motivos que me levavam àquela consulta. AHam. Na verdade foi mais  ou menos assim:

- E então como está o Samuel?

- Olha doutor ele não dorme, ele não come, ele não para. Se eu dou leite ou derivados ele fica super ruim. Se eu der coisas pra eles com grãos ele também fica muito ruim e não dorme, ele tem muita cólica ainda. O leite de soja também da cólica e a fórmula ele não gosta. E eu não sei mais o que fazer.  Olha, o senhor precisa me ajudar ( grudada no colarinho do avental branco dele e chacoalhando o indivíduo) porque eu já estou ficando looooooouca!!!!

- Como você sabe que ele tem cólica?  (PAUSA)Desde que o Samuel nasceu ele sofre muito de cólica e eu sofro com essa mesma pregunta. 

- Seguinte:  Ele fica com a barriga estufada, parece que o umbigo vai sair para fora. Muito dura  e parece um tambor. E quando eu dou remédio e ele peida para caramba ele se sente melhor. Tá bom assim pro senhor?  E depois que ele  solta os gases com ajuda do remédio alivia e ele dorme.

- Bom temos que determinar se ele tem alergia a proteína do leite ou intolerancia a lactose. 

- Mas e os graõs?

- Primeiro vamos ver oq acontece com o leite.

Pfff! Para encurtar a história. Ele mediu e pesou o Samuel que continua com o mesmo peso de 3 meses atrás. 10 kg e 100 gramas. E tá ficando alto 80 cm! Mas ele disse que tá normal, que ele não será gordinho, oq é bom e que os bebes já não ganham mais tanto peso depois de 1 ano.

Mandou exames de fezes para ver a questão do leite e de sangue para ver como está. Agora é que a minha revolta começa.

Fiz os exames. Peguei os resultados e o que dizem os resultados: NORMAL, NORMALÍSSIMO! PH: NORMAL! AçÚCARES: NORMAL!! Tudo normal.  Nem alergia, nem intolerancia. A única coisa é que tá um pouco baixa a hemoglobina mas nada de mais. Suplemento de ferro e só!

Estarei louca? Ou será que o meu filho faz charminho cada vez que eu dou leite ou derivados para ele? O pai do Samuel defende a teoría que de tanto eu falar que ele tinha intolerancia a lactose ele acabou tendo. Será que eu tenho mesmo esse poder? Nossa é para já:  vou ganhar na Mega, vou ganhar na Mega, vou ganhar na Mega! E o pior né, vcs tem alguma dúvida que ele vai jogar isso na minha cara com a maior cara de TÁ VENDO!?

E sabe oq o Dr. do meu coração sugeriu. Qual foi a brilhante solução ? Suspender os alimentos que eu observo que fazem mal pra ele por um tempo. Porque muitas vezes  o organismo consegue assimilar depois  de um tempo e voltar daqui a 1 mês!

Me diz?? Oq eu venho fazendo até agora???? ERA EXATAMENTE ISSO!!!! MINTERNA!!!!!!!

Oq resolveu eu pagar a consulta? Hein hein hein?? MINTERNA de novo!!!
 

martes, 11 de enero de 2011

Samuca Latin Lover

Fazendo uma pausa nas transmissões da série dramática "Oh vida, Oh Céus o Samuca dormirá essa noite?", vamos falar de coisas mais divertidas. Assim também deixo o suspense no ar " será que ele dormiu?", " o leite fez mal?", " o totó está vivo?".

Sábado (depois do meu quase matricídio) era a festa de aniversário de 15 anos da prima favorita do Samuel (aka a Encantadora de Bebes) eu que pensei que os adolescentes de agora eram muito modernos pra essas festas, por que na minha época  isso já era pra lá de careta, mas ent
ão descobri que depois que a MTV ( aaah como a MTV já viveu melhores tempos) fez um programa sobre as tais festas o povo começou a achar cool de novo. Então não nos restou mais que por uma roupitcha mais bonita e ir mexer o esqueleto na tal festa.

O Samuel VIP como ele é tinha várias opções chiquerésimas que tinham sido oferecidas à ele, desde ternos Hugo BOSS, Ricardo  ALmeida até  Armani for Babies. Mas decidimos colocar a roupinha do casamento do tio, porque já estava aqui mesmo. As outras iam demorar muito pra chegar. Dessa vez, com mais calma e o seu Murphy de férias de verão e o pai disponível, consegui colocar o traje completo. Pq no dia do casamento tudo aconteceu e eu quase não consegui terminar de abotoar a camisa do menino. Ele passou a festa inteira, descalço e parecendo um bebado em final de festa. Mas dessa vez ele conseguiu fazer sua entrada triunfal vestido impecavelmente. Rá!

Olha o estilo. Aguardem muitos atores copiando esse outfit nos Golden Globes esse domingo!


Ele sempre arrasa, modéstia a parte, mas dessa vez ele quase roubou a cena da aniversariante. Todos os primos correndo e brincando e o Samuel especial como ele é foi pra pista dançar. Ele realmente estava meio hipnotizado com as luzes coloridas e estroboscópicas. Aliás tô quase comprando umas pra colocar no teto em cima do berço. Pode ser que ele nem dormisse mas ia ficar lá horas viajando que eu ia dormir horrores! Ok, voltando. Ele além de dançar e encantar a todos também faturou várias mulheres. Ele levantou a saia do vestido da amiga da prima. Ele ia e puxava a namorada do nosso amigo pra dançar com ele. E quando o cara com um sorriso amarelo pegava ele no colo pra dançar os 3, ele empurrava o carinha na maior. Fez isso com outro casal de amigos também. O cara não perdia tempo não. E namorado que se aproximava pra agradar o bebe ladrão de mulher era empurrado. A mesma atitude foi observada quando percebeu que papai estava dançando com mamãe.

Como se não bastasse, ele também tinha que roubar o show dos Mariachis que contrataram para homenagear a menina. Lá foi o Samuel correndo pra pegar o Sombrero de um deles e não satisfeito com colocar o chapéu um pouquinho ele não tinha menor intenção de devolver o acessório. Ele achou que super combinou com o estilo despojado e desarrumado que ele já estava usando nessa hora da festa. Logo, também quis roubar a corneta do outro mariachi e decidiu que essa seria sua carreira e já tava indo embora com eles quando aquela chata da mãe dele impediu que ele realizasse o sonho.

El Mariachi


Como todo artista, depois de muito sexo, drogas e rock n' roll leite e peito da mamãe, ele terminou a festa agarrando o seu brinquedo  peito favorito e capotado nos braços de mami mesmo. 
 

lunes, 10 de enero de 2011

Respira fundo, conta até 10 e....... Bola pra frente

Pois é né, depois de  quase ter me matado no sábado, a raiva passou. Será que isso é o que acontece quando vc chega no límite? Acaba o saco da paciencia e começa outro no lugar?? O que importa é que já estou melhor. O Samuca continua nao dormindo lá muito bem, mas quem sabe eu devo ter me acostumado de novo a nao dormir?

Aproveito para agradecer a dica da Cláudia do blog filhos bilingues que me mandou um site com dicas legais sobre como fazer bebes insones dormir A maioria das dicas sao conhecidas como banho e massagem e tals, mas tem outras muito legais como tentar deixar o bebe com a barriguinha cheia dando de comer de 3 em 3 horas. Dica essa para bebes na idade do Samuca, (os famosos toddlers) que tem mais de 1 ano e está ativo e nao quer parar pra comer. Coisa que acontece aqui direto. Se voce sofre como eu, vale super a  pena dar uma olhada. 

Oque realmente percebi é que a insonia do meu filho está totalmente ligada à seus probleminhas de barriga. Por que nos dias que eu nao dei nada diferente pra ele comer. Ele dormiu melhor. Naquelas,pq ele ainda é ele né. Isso só confirma a minha suspeita que precisamos descobrir rápido oq causa tantos desconfortos no pequeno.
Fomos no pediatra na sexta e ele mandou fazer exames. Entao eu conto sobre a consulta amanha. Ainda nao fiz os exames entao vai ser um post em duas partes.

Domingo  larguei bebe com seu pai, pq mae tbm merece uma folguinha e fui ver o novo filme da Disney da Rapunzel. Adoro filmes da Disney. Pronto falei. E gostei muito, me lembrou os filmes antigos A Pequena Sereia e todos os dessa leva, que pra mim sao os melhores.  Eu só tenho uma queixa. Aqueles óculos 3D nao estao desenhados pra pessoas como eu que nao tem um nariz muito avantajado. A porcaria do óculos ficam caindo do meu rosto o tempo todo. Tive que passar o filme inteiro segurando o dito cujo como se fosse uma máscara de carnaval de Veneza. Como que as crianças conseguem ficar com isso na cara? Isso é discriminaçao!!

Enquanto isso papai levou o bebe pra comer frango frito ( oi?). Fazer oq né? Quando os gatos nao estao os ratos fazem a festa? È isso? Bom  Samuca acordou.  Pois é, as vezes ele dorme. Entao to  indo nessa.

sábado, 8 de enero de 2011

No límite!

A gente tenta ver a coisa com bom humor, relatar o desespero de uma forma que divirta a nós mesmas e as pessoas que por acaso venham a ler o post mas hoje isso está totalmente além das minhas possiblidades. Tô a fim de gritar, de xingar de olhar pra Deus pro Universo ou pra oq quer seja que rege esse caos ( se é que isso existe) PORQUE???? 

Não sou um ser humano exemplar, não reciclo, não cuido do meio ambiente como deveria, sou preguiçosa, não faço boas ações sempre, não vou a igreja, não amo o próximocomo mandam e por causa de tudo isso sei muito bem que tenho muitos pecados que pagar nessa vida. Mas me pergunto: Será que 1 ano e 4 meses sem dormir já não é suficiente provação por um tempo??? Sei que não sou a única. Aliás a melhor coisa de ter descoberto a existencia dos blogs maternos foi descobrir que MUITA mãe por aí também vira noites e noites pra lá e pra cá. E reconheço que existe sim coisas muito piores e que tem gente que passa aperto muito pior que esse e ainda consegue agradecer aos céus apenas por estar vivo. 

Mas gente desculpa, talvez eu não seja tão evoluída. Mas eu to simplesmente exausta e esgotada. O ano começou e eu ainda não dormi uma noite por mínimo 5 horas. Toda noite dormindo mais de meia noite e acordando 2, 3, 4. Indo dormir as 5 e pouco até as 8 e 30 máximo. Eu sinto dizer mas eu preciso de mais, eu não descanso. Tenho dor de cabeça e crises de enxaqueca recorrente pelo cansaço e o estress. E o mau-humor? E a falta de paciencia? O Samuel não merece ter uma mãe que está tão no limite que qualquer coisa que ele faça seja motivo pra ela explodir.  Não é justo com ele e nem comigo que fico me sentindo uma M**** depois de gritar com ele pelo simples fato de  não me me suportar de tão chata ou de não ter mais de onde tirar forças para aguentar mais uma noite disso.

Chorei e chorei de raiva, de cansaço, de impotencia. Fico fantasiando em largar bebe, casa e tudo o mais e ir pra um hotel dormir.(como se isso fossen possível). Eu não to pedindo muito. Eu só quero dormir. Pelo menos 6 horas seguidas. Só isso. E não que isso não tenha acontecido nunca. Mas é aquela coisa sempre 1 passo pra frente e 3 pra trás. T ô cansada. E a única coisa que fica passando pela minha cabeça é: "Nunca mais quero ter outro filho." Agora isso lá é coisa que se pense??? No límite do límite do límite.

PS: Desculpa Sammy eu sei que vc nao faz de propósito. Mamae te ama muito. Só tá cansadinha.